Conheça o poder da Glicina

O metabolismo de um ser humano é quase que a representação orgânica do que seria a sua alma, já que ele dita o ritmo de funcionamento do seu corpo. Para colaborar em seu funcionamento, as proteínas são elementos fundamentais.

Indo mais a fundo, podemos perceber que, dentre os conjuntos de aminoácidos que formam as proteínas, existem aquelas consideradas essenciais (não produzidas ou sintetizadas pelo corpo) e as naturais (produzidas ou sintetizadas pelo corpo). Apesar de pertencer ao grupo dos aminoácidos naturais, existem muitas delas que tem seu potencial pouco conhecido pela grande maioria das pessoas.

Falaremos sobre um importante elemento que pertence a esse grupo: A glicina.

folixin

Importância muscular e corpórea

Pelo simples fato da glicina ser um elemento que o nosso organsimo produz, ela acaba não tendo tanta atenção por parte de nutricionistas ou dermatologistas com relação a doses de suplemento. Porém, a sua eficiência no corpo humano fica evidente em três aspectos importantes: Metabolismo, glicemia e muscular.

A influência em dois setores (gligêmico e metabólico) se dá pela capacidade da glicina em transformar o excesso de glicose contido em nosso corpo e transformá-lo em energia.

Essa reação química favorece não só o controle das taxas de glicose para pessoas que sofram de diabetes mas também para aumentar o funcionamento do seu metabolismo que, com mais energia, tem maior exigência de atividades que gastem essa energia acumulada.

O aspecto muscular na atuação da glicina se refere a capacidade desse aminoácido em equilibrar os níveis de proteína nos músculos, além de papel trivial na regeneração de tecidos, trabalho gástrico, controle do sistema nervoso etc.
Glicina nos alimentos

Informe-se mais acessando ao blog do follixin.

Mesmo que o corpo já tenha a sua fonte própria de glicina, ela também pode ser encontrada em vários alimentos presentes de maneira comum em nossa rotina:

  • Carne vermelha: Nos seus mais diversos aspectos, com destaque especial para a bovina;
  • Carne branca: Inúmeras espécies de peixes;
  • Grãos: Presente na cevada, centeio, ervilha verde, feijão, entre outros;
  • Leite e todos os seus derivados: Queijos, requeijões, manteigas, etc;
  • Verduras e legumes: Abóbora, beterraba, cenoura, mandioca são as fontes mais abundantes de glicina.

Além de ser um aminoácido presente de forma integrada aos alimentos citados, ele também pode ser utilizado no aspecto comercial do alimento, já que ele serve de conservante ou agente otimizador de sabores doces.

Glicina industrializada

O seu papel já citado na questão muscular é explorado também para as pessoas que frequentam academias e que gostam de adicionar ao seu cardápio e enriquecer os resultados dos exercícios um suplemento alimentar. A glicina pode ser consumida nesses casos em pó ou em cápsulas, vendidas nas mais variadas lojas especlizadas em itens para academia ou em farmácias de manipulação.

Suas fómulas mais conhecidas são divididas em duas situações: O glicinato férrico que, como o nome já diz, tem influência direta na absorção de ferro por parte do corpo, ideal para quem tem problemas de anemia, e o suplemento de glicina, mais específico para quem treina e precisa de relaxamento muscular.

Os seus efeitos mais evidentes nesse caso são a redução da chamada fadiga muscular, o auxilio na resistência e aumento da mesma, além de também trazer incentivo ao HGH, conhecido como o hormônio do crescimento.

Necessidade diária de glicina

Pode se encontrar a glicina em muitos alimentos (citados anteriormente) além da produção natural do corpo humano. Portanto, os estudos já feitos indicam que uma dieta variada entre carnes, frutas, legumes e grãos dificilmente não possuirá a dose necessária desse aminoácido para que seu organismo funcione de maneira normal.

Utilização medicinal

Além do seu uso contínuo com relação a remédios de alergia, a glicina também já é estudada há alguns anos por pesquisadores brasileiros, a fim de descobrir se ela possui realmente o potencial de resolver problemas graves relativos ao intestino como a enterocoline necrosante, sendo a necrose e coagulação das paredes do trato gastrointestinal. No entanto, nenhum resultado conclusivo foi encontrado até então.

Veja também http://ie.follixin.com/

 

Ácido clorogênico: mais energia e menos gordura!

O café é uma das bebidas mais apreciadas pelos brasileiros e não estamos falando apenas em sabor, pode ser usada como coadjuvante de uma dieta, e a ingestão diária pode trazer inúmeros benefícios a saúde.

É no café e também no café verde (nome do grão antes de torrado)  que se encontram substâncias estimulantes como a cafeína que age no sistema nervoso, flavonoides e antioxidantes.

Nos 2 tipos de grãos é encontrado também o ácido clorogênico, composto responsável pela melhora da sensibilidade a insulina, atua também sobre o metabolismo da glicose, diminui os depósitos de gordura nas células evitando aumento de peso, protege o fígado contra toxinas, prevenindo inclusive a formação do colesterol ruim (LDL), e ainda previne o câncer.

Ácido clorogênico x energia

As pessoas que praticam atividades físicas tem o hábito de consumir o ácido clorogênico antes de cada treino, isso garante um estímulo maior aumentando a energia.

O ácido clorogênico presente no café, torna a bebida ideal na hora que bate o cansaço que acaba provocando lentidão, inclusive mental, e o trabalho e os estudos tem que continuar, esse é o momento perfeito para tomar 1 xícara de café que eleva instantaneamente a produção do hormônio cortisol estimulando o organismo de várias formas positivas.

Conheça os benefícios do ácido clorogênico

O ácido clorogênico oferece os seguintes benefícios para a saúde:

  • Antioxidante;
  • Ideal para auxiliar na perda de peso;
  • Provoca aumento da taxa metabólica;
  • Impede a gordura de alojar no fígado;
  • Eleva o ânimo melhorando o cansaço;
  • Auxilia na pressão arterial;
  • Tem ação diurética prevenindo inchaços;
  • Evita que o açúcar seja absorvido pelo intestino, mantendo baixo o nível da glicose no sangue, dessa maneira não deixa aumentar a gordura corporal, promovendo ainda a limpeza no organismo de gorduras nocivas a saúde;

Confira abaixo um vídeo (em italiano) sobre os beneficios do café verde e do acido clorogenico


Advertências sobre o consumo exagerado do ácido clorogênico

O ácido clorogênico está presente no café e também em chás e em frutas como ameixas e frutas vermelhas, e os efeitos positivos na saúde dependem da quantidade ingerida. A sugestão de consumo é de 3 até 4 xícaras por dia, essa quantidade ainda estaria dentro de patamares seguros para o organismo.

Acredita-se que a ingestão diária de quantidades elevadas do ácido clorogênico encontrado no café, e no café verde principalmente, pode não ter o benefício desejado na prevenção de doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2, como também pode levar ao aumento de peso.

Conheça 2 super alimentos funcionais para você ter mais saúde!

Oi, tudo bom?

Para estrear o Sage and silver vamos falar sobre 2 SUPER ALIMENTOS naturais que vão te ajudar a bombar a sua saúde. Você vai se sentir mais jove e saudável.

Mas antes de falar sobre eles, deixe-me refletir um pouco sobre emagrecimento e bem-estar, de modo geral.

Fazer dieta vale a pena?

Muitas amigas já me perguntaram se fazer dieta não era uma boa opção para quem deseja ficar com um corpo sensacional, emagrecer e tudo mais. Minha resposta foi simples: Quer evitar o efeito sanfona? NÃO faça dieta.

Respondi isso por um motivo muito simples: quando fazendo uma dieta estamos apenas focando nossa alimentação em determinado tipo de alimento, determinado grupo alimentar. E o pior: quando a pessoa alcança seu objetivo, vai voltar a se alimentar de forma totalmente errada novamente, causando o famoso efeito sanfona.

O que eu recomendo, FORTEMENTE, é que você faça uma alimentação balanceada todos os dias, escolha com sabedoria o que vai colocar no prato, coma bastante frutas e claro, beba bastante água. Caso você não tenha esse tipo de hábito o ideal é que você faça uma reeducação alimentar, para aos poucos ir aprendendo como se alimentar corretamente e ir ingerindo, cada vez mais, alimentos funcionais, que de alguma forma vai ajuda o seu organismo funciona de uma maneira melhor.

Concluindo: Pense muito bem antes de começar uma dieta, se for fazer uma, sempre peça auxílio para um nutricionista ou o seu médico.

Agora sim vamos falar dos alimentos naturais funcionais.

Dicas de Alimentos

Alimentos funcionais são alimentos que definitivamente são saudáveis. Eles, de alguma forma vão ajudar o seu organismo. Nesse post vamos falar sobre o Goji Berry e também sobre o Mirtilo.

Começando pelo Goji…

Goji Berry é uma frutinha vermelhinha de origem asiática e a grande curiosidade dela é que possui muito mais vitamina c do que a laranja e também do que a acerola. ela é uma fruta completa, alguns nutricionistas afirmam.

Se você deseja perder peso ela é realmente muito boa. Além de ser antioxidante, ela também tem diversos outras substâncias que ajuda no emagrecimento. Veja mais infos no seguinte link: http://www.gojislimbr.net/goji-slim-emagrece-mesmo/

Agora falando um pouco sobre os Mirtilos…

Os mirtilos, assim como a goji, é um alimento extremamente antioxidante. Seus principais benefícios são a prevenção de rugas, controla a prevenção arterial e também combate o envelhecimento precoce.